Os surdos enfrentam muitas dificuldades para ter acesso às informações, para se comunicar, pois mesmo com a Língua Brasileira de Sinais considerada o segundo idioma oficial do país, a maioria das pessoas não sabe falar.

SANTA CATARINA – Numa situação de emergência este obstáculo é ainda maior e pode ser fatal. Para garantir a clareza na comunicação, vídeos gravados em Libras serão usados pela Guarda Municipal de São José para atendimento aos surdos.

A ideia surgiu de uma parceria entre a Vereadora Cristina de Sousa e o comandante da Polícia Militar em Santa Catarina, Carlos Alberto de Araújo Gomes, que de uma conversa informal tornaram esta eficiente iniciativa em realidade. Atualmente 700 guarnições em todo o estado contam com a ferramenta. Então a parlamentar convidou a corporação do município através de um ofício para fazer um projeto semelhante.

Em breve os Guardas Municipais josefenses também contarão com instrumento para abordagens. As gravações foram realizadas na manhã desta sexta-feira, dia 20 de abril.

O primeiro doutor em Linguística do Brasil, Deonísio Schmitt, é surdo e foi convidado pela parlamentar para gravar os vídeos em Libras com perguntas estratégicas para o atendimento. Semelhante ao que foi com a PM, Schmitt gravou os vídeos com a farda da Guarda Municipal para caracterizar o material e imprimir confiabilidade aos surdos que irão assistir as gravações ao serem abordados.

“A ideia de convidar o doutor Deonísio foi para contemplar as necessidades reais e mais importantes para os surdos. Pois o lema `nada sobre nós sem nós` foi adotado pela comunidade surdo para expressar a importância de que eles sejam ouvidos para que ações voltadas a estas pessoas atendam suas dificuldades, anseios e direitos”, explica a vereadora Cristina de Sousa ao ressaltar que o custo para realização destas gravações e implantação nas corporações foi praticamente zero, mais o impacto na qualidade de atendimento aos surdos é enorme.

Fonte: Informe Floripa

Comentários no Facebook