Policiais civis de Jacarezinho são capacitados para atender deficientes auditivos

274

12sParaná – O Instituto Federal de Jacarezinho, por meio do Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidade Específicas (NAPNE), está desenvolvendo curso básico de Libras em parceria com a Polícia Civil de Jacarezinho.

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é o meio de comunicação das pessoas com deficiência auditiva no Brasil e colabora diretamente para a quebra do preconceito e inclusão social dos surdos na sociedade.

O objetivo é facilitar o acesso da sociedade a essa língua, respeitar e interagir com os surdos nos diversos espaços e ambientes profissionais.

O curso de 20 horas, capacitará policiais civis no aprendizado da língua de sinais, visando uma melhor comunicação entre os agentes e deficientes auditivos, sendo uma parceria vital para que os surdos tenham um atendimento adequado.

O curso está sendo ministrado pelo servidor federal do IFPR e tradutor intérprete de Língua de Sinais, Thiago Jarno Mello.

De acordo com o Delegado chefe da 12ª Subdivisão Policial, Marcos Fernando da Silva Fontes “o curso de libras para a atividade policial, teve como objetivo inicial incluir essa linguagem visando alcançar a comunidade surda e expandir a participação de policiais nessa área de conhecimento. O Investigador de Polícia Adjairo José Flavio de Carvalho foi o primeiro a fazer esse curso no Instituto Federal Tecnológico e o construiu inicialmente com o professor a organização do curso, posteriormente o próprio instrutor solicitou aos policiais que o auxiliassem na produção do conhecimento para que o aprendizado atendesse as demandas da polícia judiciária. Somos a primeira Delegacia do Brasil a ter policiais com capacitação em libras”.

Fonte: http://www.dpi.policiacivil.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=4379