O vereador Lucas Ribeiro (PP) participou de uma reunião nesta terça-feira, 09, no Instituto Federal da Paraíba, que discutiu a possibilidade de instalação de um curso de extensão para formação básica na Língua Brasileira de Sinais (Libras). A conversa aconteceu com o diretor geral do instituto, José Albino Nunes; a interprete de libras do Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Específicas (Napne), Pâmela Silva; além da professora Cláudia Brandão.

A formação básica em Libras é uma necessidade premente para a difusão da língua dos surdos, representando um instrumento essencial de inclusão para esse segmento. No ano passado, durante audiência pública na Câmara Municipal proposta por Lucas, a necessidade de expansão do ensino da língua foi apresentada como uma das principais demandas da comunidade surda campinense.

O parlamentar elogiou a sensibilidade da direção do IFPB que, diante do pleito dos surdos da cidade, imediatamente se propôs a estudar a possibilidade de implantação do curso. “A luta das pessoas com deficiência e doenças raras é enorme, mas, desde que me engajei nessa batalha, percebo que temos encontrado boa vontade e disposição nas pessoas e instituições, como demonstram os diretores do IFPB; é uma verdadeira corrente do bem”, comemora.

A abertura de um curso de formação básica em Libras sob a chancela da qualidade do Instituto Federal da Paraíba deverá atender à demanda já existente, além daquela que será criada através de outras iniciativas que estão sendo desenvolvidas e que ainda serão anunciadas pelo vereador.

“Estamos dialogando com alguns segmentos para formar um círculo virtuoso em prol da causa dos surdos, notadamente no que se refere à difusão da Libras, e em breve espero ter outras novidades a compartilhar. Essa conquista que se desenha junto ao IFPB já é uma vitória e um primeiro passo e, como diz o rifão popular, toda grande caminhada começa com um primeiro passo, ou seja, estamos avançando”, comentou.

Fonte: Câmara Municipal de Campina Grande