Servidores da Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) e estagiários que atuam como intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) participaram de formação na semana que passou.

ALAGOAS – Os profissionais participaram do curso intitulado “O papel do intérprete na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental”, ministrado pelo professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) Nágbi José Mendes dos Santos. De acordo com o planejamento da Semed, formações idênticas serão realizadas a cada dois meses.

Coordenadora da ação, Daniella Lins explica que a iniciativa se justifica pelo fato de o intérprete de Libras, na sala de aula, não representar um simples tradutor. “É necessário que esse profissional possa aprofundar o ensino passado pelo professor, daí a importância da formação, que terá continuidade, sempre com o enfoque do que foi abordado na semana passada”, explica a coordenadora.

Nas próximas etapas, estão previstas como parte da formação alguns estudos de casos e apresentações de experiências exitosas no campo do ensino de Língua Brasileira de Sinais. A iniciativa, que começou na semana passada, será realizada sempre no Auditório Paulo Freire, na sede da Semed, no bairro da Cambona, mas também estão previstos encontros virtuais.

Atualmente, a rede ensino da capital conta com 23 profissionais intérpretes de Libras, por isso, o reforço de estagiários nesse trabalho. Esse número deve aumentar com o resultado do concurso público que está em andamento, o qual oferece vagas para a área.

A formação continuada tem sido uma das marcas da atual gestão da Semed. Por esse motivo, na próxima sexta-feira (24), a coordenadoria-geral de Educação Especial prossegue com seu planejamento de formações. Desta vez, serão contemplados os professores de salas de recursos. A iniciativa terá início às 8h, também no auditório da secretaria.

Fonte: Alagoas 24 horas

Comentários no Facebook

Comments are closed.