Deficiente auditiva participa de criação de jogo para surdos e obtém com equipe segundo lugar em Olimpíada de Inovação da Paraíba.

O jogo “Signs Game: um serious game para auxiliar o aprendizado em Libras”, a Língua Brasileira de Sinais, utilizada por pessoas surdas, obteve o segundo lugar na categoria Produto, Processo e Solução, durante a 1ª Olimpíada de inovação da PB.

O game foi desenvolvido por Hozana Raquel, uma aluna do curso de Ciência da Computação, do Centro de Informática (CI) da UFPB, que tem deficiência auditiva, em parceria com os estudantes, Mayrton Dias,Vitor Soares e Renê Alves, também do mesmo curso de graduação.

A olimpíada foi realizada, na semana passada, no auditório da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, e a equipe vencedora recebeu certificado da coordenação da olimpíada e ainda foi presenteada com um curso gratuito no Sebrae, o Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas e Médias Empresas.

A ideia central do jogo é ensinar, de forma interativa, a linguagem de Libras para crianças, mas também pode servir aos adultos. Segundo Hozana Raquel, o Signs Game foi desenvolvido para difundir a linguagem de Libras, promovendo o aprendizado de maneira divertida.

Os estudantes foram orientados pelos professores Christian Pagot e Danielle Rousy, do CI. A ideia de criar o game surgiu, este ano, durante a disciplina de jogos ofertada pelos docentes.

Fonte: Só Esporte

Comentários no Facebook