Em Araraquara, curso livre de língua de sinais dos surdos começa em 19 de março na ACIA em convênio com o Instituto Idioma Surdo.

Na próxima segunda-feira, em 19 de março, inicia-se a primeira turma do curso livre de Libras – Língua Brasileira de Sinais, para pessoas ouvintes, em se tratando da língua de sinais dos surdos. O curso livre básico (nível 1) de Libras com 60 horas de duração será ministrado através do Instituto Idioma Surdo e é dirigido para o atendimento público em empresas do comércio, de serviços e indústrias, será realizado em convênio com desconto para empresas associadas, na sede da ACIA – Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Araraquara, às segundas-feiras e quartas-feiras, das 19h às 22h.

A comunidade surda da macrorregião de Araraquara formada por 24 cidades, está estimada em 30 mil pessoas, incluindo-se, pessoas surdas, com deficiência auditiva, cuidadores e familiares.

A surdez é mais do que uma condição médica. Para os indivíduos que são surdos, a surdez não é apenas ter ouvidos doentes, eles pertencem a uma comunidade, uma cultura. Neste sentido, a surdez é única entre os tipos de deficiência, onde o sentido da cultura é mais forte entre aqueles que a linguagem gestual é o seu idioma principal.

É este vínculo linguístico, talvez mais do que outros fatores liga os membros desta comunidade. Em muitos aspectos, o caráter social da cultura surda pode ser comparado ao de outras culturas populares, existindo-se um forte sentimento de orgulho entre os surdos, e eles gozam do estatuto de minoria cultural e linguística. Surdez é muito mais do que um fenômeno fisiológico, é um modo de vida. Nas últimas décadas, a linguagem de sinais tem desempenhado um papel cada vez mais centralizador na unificação cultural da comunidade surda.

Mais informações sobre o curso livre de Libras e inscrições podem ser solicitadas através do email idiomasurdo@gmail.com e pelo site www.aciaararaquara.com.br

Comentários no Facebook