O Surdosol selecionou alguns filmes que podem ser esclarecedores para o melhor entendimento das dificuldades que passam as pessoas com tais limitações. Confira:

1- A Cidade das Tristezas (Taiwan/1989)
Taiwan, 1945. Primeiros anos de República da China. O filme acompanha a derrocada da família do patriarca Lin Ah-lu (Li Tian-lu). Wen-heung (Sung Young Chen), o primogênito, lida com o nascimento de seu primeiro filho enquanto administra o restaurante que é a fonte de renda da família. Wen-leung (Jack Kao), com problemas psicológicos causados pela guerra, logo começa a fazer negócios com a máfia de Xangai. Wen-ching (Tony Leung Chiu Wai), o caçula surdo, é membro atuante da resistência. Um outro irmão nunca mais voltou da guerra nas Filipinas. Em fevereiro de 1947 mais de 20 mil habitantes são mortos numa rebelião e em 1949 a família de Lin encontra-se tragicamente modificada.

2- A Família Bélier (França/2014)
Paula (Louane Emera) é uma adolescente francesa que enfrenta todas as questões comuns de sua idade: o primeiro amor, os problemas na escola, as brigas com os pais… Mas a sua família tem algo diferente: seu pai (François Damiens), sua mãe (Karin Viard) e o irmão são surdos e mudos. É Paula quem administra a fazenda familiar, e que traduz a língua de sinais nas conversas com os vizinhos. Um dia, ela descobre ter o talento para o canto, podendo integrar uma escola prestigiosa em Paris. Mas como abandonar os pais e os irmãos?

3- Mr. Holland – Adorável Professor (EUA/1995)
Em 1964 um músico (Richard Dreyfuss) decide começar a lecionar, para ter mais dinheiro e assim se dedicar a compôr uma sinfonia. Inicialmente ele sente grande dificuldade em fazer com que seus alunos se interessem pela música e as coisas se complicam ainda mais quando sua mulher (Glenne Headly) dá luz a um filho, que o casal vem a descobrir mais tarde que é surdo. Para poder financiar os estudos especiais e o tratamento do filho, ele se envolve cada vez mais com a escola e seus alunos, deixando de lado seu sonho de tornar-se um grande compositor. Passados trinta anos lecionando no mesmo colégio, após todo este tempo uma grande decepção o aguarda.

4- Hear Me (Taiwan/2009)
Após um treino de natação de sua irmã, Yang Yang – uma linda garota taiwanesa – conhece o entregador de refeições Tian Kuo. Já no primeiro encontro, o jovem encanta-se pela moça, e começam, pouco a pouco, a se envolver. Yang Yang, bastante dedicada ao sonho de sua irmã nadadora (o sonho de ser uma medalhista na Deaflympics – Surdolimpíada), divide-se entre o envolvimento com um rapaz ouvinte e o trabalho como artista de rua para suportar a trajetória de Xiao Peng (a sua irmã) no desporto. Como os pais de Tian Kuo acolherão a nova “namorada” surda do rapaz? Qual será o destino de Xiao Peng na natação? Como ficará o casal? Um romance simples, uma ótima produção, um filme surpreendente. (O filme está dividido em 11 partes, disponíveis no Youtube; as legendas são em inglês).

5- O Milagre de Anna Sullivan (EUA/2000)
Gravado em 1962 a partir de texto de William Gibson, “O Milagre de Anne Sullivan” (“The Miracle Worker”) ganha nova roupagem, em versão produzida pela Disney para a TV. Dirigido por Nadia Tass, o filme retrata o início do trabalho de Anne Sullivan em sua árdua missão de educar a pequena Helen Keller (surdocega, uma das mais proeminentes ativistas pelos direitos das pessoas com deficiência do século XX). Pelas mãos da professora/tutora, Hellen Keller (então uma menina tida como não-educável) adentra o universo da linguagem, significando aos poucos o mundo ao seu redor. No link abaixo, o filme completo com legendas em Português.

6- Filhos do silêncio (EUA/1986)
James Leeds (William Hurt) é um idealista professor de língua de sinais que gosta de usar métodos pouco convencionais. Na escola em que acaba de ser contratado ele conhece Sarah Norman (Marlee Matlin), uma mulher arredia e fechada que continua na escola mesmo após ter se formado. Ao perceber o medo que a jovem tem do mundo, ele tenta se aproximar e ajudá-la, e o que era um desafio profissional logo transforma-se em uma louca paixão.

 

7- Babel (EUA e México/2006)
Um ônibus repleto de turistas atravessa uma região montanhosa do Marrocos. Entre os viajantes estão Richard (Brad Pitt) e Susan (Cate Blanchett), um casal de americanos. Ali perto os meninos Ahmed (Said Tarchani) e Youssef (Boubker At El Caid) manejam um rifle que seu pai lhes deu para proteger a pequena criação de cabras da família. Um tiro atinge o ônibus, ferindo Susan. A partir daí o filme mostra como este fato afeta a vida de pessoas em vários pontos diferentes do mundo: nos Estados Unidos, onde Richard e Susan deixaram seus filhos aos cuidados da babá mexicana; no Japão, onde um homem (Kôji Yakusho) tenta superar a morte trágica de sua mulher e ajudar a filha surda (Rinko Kinkuchi) a aceitar a perda; no México, para onde a babá (Adriana Barraza) acaba levando as crianças; e ali mesmo, no Marrocos, onde a polícia passa a procurar suspeitos de um ato terrorista.

8 – Black (índia/2005)
Michelle McNally é uma garota surdocega nascida em uma rica família anglo-indiana. Ainda pequena, prestes a ser internada em um asilo, passa a ser educada por um brilhante professor (Debraj Sahai), com quem divide sonhos e vivencia os momentos mais importantes de sua vida. De criança “intratável”, Michelle passa a se comunicar por língua de sinais tátil, escrita manual, Braille e Tadoma, realizando grandes conquistas. Quando reencontra o seu professor, sua luz é que os guia na escuridão.

 

9 – E seu nome é Jonas (EUA/1979)
Por um erro de diagnóstico, Jonas, um garoto surdo, é internado – ainda pequenino – em uma instituição para crianças com deficiência intelectual. Sua família ouvinte, ao descobrir o engano, retira-o do internato e o traz de volta à casa, matriculando-o em uma escola (oralista) para surdos. A dificuldade de comunicação, a falta de uma língua, os olhares estereotipados e o pouco conhecimento sobre a surdez começam a colocar novos desafios para o garoto e seus pais, que passam a enfrentar uma série de percalços. Um dia, sua mãe encontra um casal de surdos (um deles, Paul, é protagonizado por Bernard Bragg) e, por meio desse casal, visita um clube de surdos local. Dessa visita, um novo mundo se abre para Jonas e seus familiares. O filme, bastante assistido por pessoas interessadas pelas línguas de sinais e culturas surdas, está disponibilizado na Internet com legendas em Português.

10- The Hammer (EUA/2010)
“The Hammer”, filme biográfico dirigido por Oren Kaplan, conta a história de Matt Hamill, um dos mais emblemáticos lutadores surdos dos Estados Unidos. Nascido em Loveland (Ohio, EUA), e incentivado desde criança por seu avô, Matt fez do wrestling (a luta livre) algo central em sua vida, não poupando esforços para ser o melhor. Quando jovem, depois de perder uma bolsa de estudos na Universidade de Purdue, Hamill ingressou na RIT (Rochester Institute of Technology), onde – além de brilhar em campeonatos nacionais – estreitou contato com o mundo surdo (e com a Língua de Sinais Americana) e conheceu Kristi, militante Surda por quem logo se apaixonou. Estrelado por Russel Harvard, o filme conta com a participação de Shoshannah Stern, Michael Anthony Spady e Lexi Marman, também surdos, e traz à tona uma série de questões relacionadas ao dia-a-dia de pessoas surdas.